quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Das citações


No ano passado o meu namorado leu Eu fui Vermeer - a lenda do falsário que enganou os nazistas de Frank Wynne. Desde então vem tentando me convencer a fazer o mesmo. Apesar do interesse fui deixando para depois. Resultado: o livro foi passando de mão em mão até voltar para a minha casa. Apesar da minha interminável lista de espera, decidi priorizar esse dessa vez.

No momento estou na página 189 e gostando muito. Cada capítulo é iniciado por uma citação relacionada ao capítulo em questão. Entre elas estão essas duas que me agradaram muito:

"Toda criança é artista. O problema é como continuar sendo artista, depois de adulto" (Pablo Picasso, pág. 33)

"Quando tinha uns sete anos de idade, minha filha me perguntou o que eu fazia no trabalho. Respondi que ensinava as pessoas a desenhar. Ela me encarou, incrédula, e falou: 'Quer dizer que elas esquecem?' " (Howard Ikemoto, pág. 40)

Imagem.

Agora? Roberta Sá.

2 comentários:

João disse...

Já quero ler também... Ei, tu visse "Onde vivem os monstros"? O que achasse?

Natali Assunção disse...

Vi. O filme é lindo=) E o livro uma graça.