sexta-feira, 14 de maio de 2010

Da Loucura

Ela sabia que não era normal. De verdade, sabia. Não gostava e não queria ser tão confusa e desnorteada, mas não tinha ideia de como evitar. Talvez até soubesse uma maneira, mas por algum motivo obscuro a vontade e a ação nunca se conciliavam e sua mente alterada continuava fora do padrão.

Mas ao ouvir aquilo em alto e bom tom por entre os carros da avenida movimentada seu coração ficou pequenininho. “Você é louca”. As palavras ecoavam como uma música indesejada. Repetiam-se, expandiam-se e voltavam novamente como que aprisionadas nas limitações físicas do seu cérebro e imateriais dos seus sentimentos confusos.

Engraçado. Ela sabia daquilo, mas de alguma maneira não queria que ele também soubesse. Ou, pelo menos, gostaria que ele não se incomodasse. Mas isso era mesmo impossível.

Natali Assunção.

Agora? El Cuarteto de Nos.

PS) Sem imagem porque tive um probleminha com a conexão.

3 comentários:

Nick disse...

:/

Viviane Magalhães disse...

Bom seu texto está muito bem escrito, parabéns. Mas eu fiquei curiosa rs.
Estou de seguindo e te parabenizo, pois seu blog ta lindo e criativo.

Caleidoscópio disse...

Curiosa? Sobre o quê?

=)

Seja sempre bem vinda por aqui.