sábado, 16 de janeiro de 2010

Dos remakes


Eu tenho esse problema com remakes: não sou muito adepta. Não que eventualmente refilmagens não fiquem infinitamente melhores do que os originais – sim, é possível. Mas é que essa idéia recorrente de revisitar e refazer ideias antigas me dá uma sensação de falta de criatividade, sabe?

Pessoalmente não me grada. Mesmo assim o cinema e até mesmo a televisão e suas novelas costumam beber muito dessa fonte. Ultimamente, em especial, tem muito remake acontecendo. Há pouco tempo tivemos A Fantástica Fábrica de Chocolates, O Massacre da Serra Elétrica e muitos outros. Estão por vir ainda a nova versão do clássico Karate Kid e também do musical Footloose, por exemplo.

Estou falando tudo isso porque estava lendo que Mathew Broderick declarou que aprova uma refilmagem do clássico - sessão da tarde - Curtindo a Vida Adoidado (Ferri's Bueller Day Off/ 1986).

Ok, eu sei que pode sair um filme muito legal daí, mas como poderia eu – uma grande fã de Ferris Buller – conceber um novo Ferris? Pode ser saudosismo, apego ao que já me cativou, mas o fato é que para mim seria péssimo (como foi com a Fábrica de Chocolates. E olha que sou fã de carteirinha de Tim Burton). Mas o próprio Broderick se desapegou. Será que sai? Confesso: espero que não. Ainda não me recuprei de certos baques.

Agora? Britney Spears.

2 comentários:

Rebeca Postigo disse...

Realmente remakes dão idéia de falta de criatividade!!!
Quanto à possibilidade de um remake de "Curtindo a Vida Adoidado" sinceramente eu gostaria de ver...

Bjs

Miact's disse...

Acho legal ramake é uma forma de nova gerções se divertirem com "Curtindo a vida adoidao" que é um filme que eu tenho gravado em VHS, isso não quer dizer que o velho Ferris será esquecido, ele será um clássico.
O fato é, será que o ator vai ser tão bom quanto o antigo??

Adorei seu Blog e sou uma seguidora

Obs: Well, shake it up baby now (Shake it up baby)
Twist and shout (Twist and shout)
Come on, come on, come, come on baby now (Come on baby)
Come on and work it on out (Work it on out)