quarta-feira, 25 de março de 2009

Desencontros


Estava eu ontem em um dos parques da cidade (que eu gostaria muito que fosse bonito e agradável ao invés de mal cuidado e próximo à um local com grande índice de assaltos...). Voltando: estava por lá. Me afastei de quem estava comigo para jogar alguma coisa no lixo. Então um rapaz se aproximou da minha companhia com uma rosa na mãe e disse alguma coisa assim: "Olha, dá pra tua menina porque a minha não veio mesmo".

Era uma rosa brega e de plástico. Ele estava meio chateado e foi muito simpático. Foi embora, mas não sem antes olhar para trás para nos cumprimentar enquanto seguia seu caminho.

E quer saber? espero que ele tenha encontrado a menina dele.

Um comentário:

exoticlic disse...

nossa que estranho eu creio que a menina dele morreu pra não demonstrar desepero por um sumiço