domingo, 11 de outubro de 2009

O Bigode (Emmanuel Carrère)


Esse negócio de levar quase uma semana para ler um livro de apenas 140 páginas é inadmissível. Essa falta de tempo e, consequentemente, pouca imersão na história escrita precisa acabar. Não gostei, veremos se consigo mudar essa situação.

Após a saga As Meninas passei a última semana lendo O Bigode (Emmanuel Carrère). Como já disse, tive mais uma vez o tal problema de tempo, enfim...
O livro conta a história de um homem em crise após tirar o bigode há anos cultivado. O que parece ser uma história banal toma proporções gigantescas quando essa simples mudança no visual desencadeia uma crise de personalidade e dúvida entre o real e o imaginário. É a partir dessa premissa simples que o livro envolve o leitor em um espiral de loucura e dúvidas intensificadas a cada página.
Interessante e perturbador.
Para ser sincera não recordo bem de A Metamorfose (Kafka), mas pensei nele enquanto lia esse. Mesmo não lembrando bem fiz uma ligação entre os dois que talvez seja uma ação do inconsciente ou talvez seja loucura minha.
Desse mesmo autor escrevi por aqui sobre Um Romance Russo, muito bom! Dele indicar também O Adversário.

Da capa: "O bigode começa quase como uma brincadeira. A leveza das primeiras páginas chega a pregar peças na emoção do leitor, que logo se vê desconcertado ao perceber que do horror vem a verdade e, da serenidade, o impacto. A força da narrativa está no fato de Carrère ser um escritor que sabe manipular as loucuras secretas de todos nós e espalhar o horror com uma calma que só faz reforçar o impacto de sua história."

Agora? Camille.
Ontem? Bastardos nglórios. Muito bom! Preciso ver novamente.

4 comentários:

HSLO disse...

Boa dica...viu.


abraços

Hugo

Lucimar Sant`Ana disse...

Na verdade é que queremos tempo para tudo. E o que fazer com a distribuição do tempo? É uma questão de dar prioridade, eu estava lendo o corretor,livro que recomendo. E queria terminar logo, mas estava chegando a hora da novela e parei de ler. Depois fiquei pensando que coisa absurda, parar de ler um livro para assistir novela. No final tudo conta, tudo nós leva ao imaginário.

JÚLIA disse...

Haaa!
Eu levo um bom tempo pra ler um livro
(faço muita hora,mas quando estou com vontade de ler mesmo eu leio quase tudo de uma so vez)
beijo

Guilherme disse...

Gostei da dica.

Pra quem trabalha, ler é uma aventura, só leio em onibus, barca. Ou de noite quando chego em ksa e já to super cansado.Bjs