sábado, 20 de junho de 2009

Irmãos Coen


Texto retirado da revista Almanaque Saraiva da Livraria Saraiva.
(Almanaque – Ano 4 – Nº38 – Junho – 2009)


Personagens bizarros, com características incomuns à maioria das pessoas “normais”, frases que se repetem continuamente ao longo da trama, crimes mal cometidos e desfechos sempre inesperados. Não é difícil identificar as peculiaridades dos filmes dirigidos e produzidos pelos irmãos Joel e Ethan Coen, que assinam obras como Fargo, O Amor Custa Caro e Onde os Fracos Não Têm Vez. São justamente essas peculiaridades que fazem a diferença em suas produções e os transformaram em gênios da sétima arte.
A imprevisibilidade dos roteiros e a pitada de humor são resultado na sintonia na qual realizam seus trabalhos. Segundo Luiz Otávio de Santi, Professor de Análise do Filme e Roteiro da FAAP e diretor de cinema, eles conseguem, com a linguagem de seus filmes, realizar uma obra de tendência autoral e pessoal, dialogando com um mercado amplo e globalizado, que vai de Cannes a Hollywood. “Os irmãos Coen demonstram que a autoralidade pode ser comprovada em equipe. Não importa quem faz o quê: se um produz e o outro dirige ou se um dirige e o outro produz, porque, no final, é um trabalho familiar, pensado em conjunto. Eles estão entre o cinema independente e o institucionalizado, uma característica rara, que qualquer profissional da área gostaria de ter e trabalhar, que é imprimir a sua marca e, ao mesmo tempo, ter portas abertas no mercado”, afirma.

Duas cabeças, um estilo

São 25 anos de parceria cinematográfica. Da primeira (Gosto de Sangue) à última produção (Queime Depois de Ler), é possível identificar aspectos similares de roteiros, narrativas, personagens e cenários. O principal deles é combinar o humor seco e transgressor a uma ironia aguda.
(...)

Filmografia

Nascidos no subúrbio de Minneapolis, em Minesota, nos Estados Unidos, a relação afinada com a produção cinematográfica teve início quando Joel, o mais velho, comprou uma câmera Super-8, adquirida depois de fazer algumas economias com o dinheiro que juntou cortando gramas. Com o novo “brinquedo”, os Coen passaram a refazer os filmes que assistiam na TV.
A primeira Produção oficial da dupla foi Gosto de Sangue, gravado no Texas, em 1984, que já apresentou os mesmos elementos de enredo que caracterizam o estilo de Joel e Ethan até hoje, além de ter a atriz Frances McDormand, esposa de Joel Coen, no elenco. Arizona Nunca Mais e Ajuste Final foram produções que receberam boas críticas, mas foi Barton Fink que marcou o sucesso dos irmãos na indústria cinematográfica ao receber três indicações ao Oscar e prêmios no Palma de Ouro e Festival de Cannes, marcando, ainda, o início da parceria com do diretor de fotografia Roger Deakins, figura indispensável nas produções dos Coen.
Já Roda da Fortuna, o primeiro grande orçamento dos irmãos, não teve tal sorte, decepcionando as expectativas criadas no seu lançamento (eu, pessoalmente, gosto muito desse filme). Ao contrário de Fargo, que, apesar de contar com investimentos bem mais moderados, conquistou estatuetas em Cannes, por melhor direção, e dois Oscars – Melor roteiro original e Melhor atriz, para McDormand. Fargo entrou na lista das 100 melhores comédias do século XX do American Film Institute.
O Grande Lebowiski, E aí Meu Irmão, Cadê Você?, O Homem que Não Estava Lá, O Amor Custa Caro, Os Matadores de Velhinhas e a participação no coletivo Paris, Te Amo vieram para perpetuar o trabalho genial desenvolvido pelos irmãos. Umas das últimas produções, Onde Os Fracos Não Têm Vez, levou quatro Oscars em 2008, incluindo o Melhor filme do ano.

Último Filme lançado: Queime depois de ler.
(...)

Expectativa: A Serious Man, que se passa na década de 1960, previsto para estrear nos EUA em outubro.









Agora? Lenine (Olho de Peixe)

Nova aquisição: Alice no País das Maravilhas, mas não, ainda não terminei Breaking Dawn. Tenham fé, esse dia há de chegar (rapidamente).

4 comentários:

vicky disse...

Gracias por visitarme y poder leer vuestro comentario,gracias de nuevo por compartir y estais guapisimos.Con cariño Vicky

Paulo Tamburro disse...

Seu blog é uma verdadeira e agradável surpresa nesta blogosfera entupida de abobrinhas mau cozidas.

Vou encontar tempo para ler diariamente suas postagens.

Serei seu seguidor.

Ultramegapop disse...

to me arretando nesse carai q eu naum to conseguindo comentar

menina, o comentario ai de cima ahazou neh?

tu fexa neh, te amo

nina. disse...

gostei mt do layout

to precisnado mudar o meu o.õ

vou voltar ;)