segunda-feira, 23 de março de 2009

Mostra ‘2008 em Foco’ hoje.


Sangue Negro. Por incrível que pareça eu ainda não tinha assistido a esse filme e, definitivamente, hoje não foi um bom dia para ver. Pelo menos não nesse horário infeliz. Eu cheguei à conclusão de que preciso dormir e que, embora continue tentando, sessões à noite, meio tarde, não são para mim, não quando estou trabalhando e dormindo pouco. Eu sempre durmo/cochilo ou – esse é o mais comum- entro em um estado de transe onde nem durmo nem vejo o que está na tela (nunca consegui entender, mas acontece numa freqüência irritante).

Então Sangue Negro. Assim que terminou pensei “qual foi o propósito desse filme mesmo?”. E, sinceramente, o sono não me permitiu refletir muito. O debate da noite foi ministrado por Julio Cavani (Diário de Pernambuco) e, assim que as pessoas começaram a falar e eu comecei a ficar mais desperta (na medida do possível ) tudo fez mais sentido, mas a sensação que ficou comigo foi essa: interessante, tecnicamente muito bem realizado, atores maravilhosos, trilha sonora marcante, mas meio longo e cansativo (ou seria o sono? Acho que não só o sono...) e, no fim, preciso ver novamente algum outro dia com outro estado de espírito.

PS) Muito sono para comentar melhor.

PS)2) Acho que parei de ler ‘Valis’ (odeio parar um livro na metade) já que desde a última sexta-feira não toco nele... Mas isso ainda está em aberto, nenhum outro livro no momento e uma situação indefinida em relação à esse.

3 comentários:

Márcio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Márcio disse...

Já vi Sangue Negro e é um filme maravilhoso, que lhe leva a um esgotamento excitante, à semelhança de Batman - O Cavaleiro das Trevas , refletindo sobre o desejo de isolamento e as motivações da ganância. Um dos filmes mais bem escolhidos dessa mostra!

Nara disse...

Eu acho mesmo que não foi só o sono... =P