domingo, 8 de fevereiro de 2009

- "Me desculpe se aborreci você"

- "Você não tem esse poder. Você não é importante o bastante para me aborrecer".

Foi mais ou menos isso que foi dito em uma cena no filme que vi hoje no cinema (O Leitor - comento em breve).

As palavras podem cortar bem mais fundo que a mais afiada das lâminas. A fúria, a dor e a raiva são capazes de despertar o monstro que existe em cada um de nós nos piores momentos. E, sim, também existe um desse em você. Alguns controlam melhor que outros, mas ele está lá.

E é justamente quando a lógica e a clareza se foram que as palavras mais cruéis surgem, sem pensar, e esmagam quem estiver por perto. Infelizmente quem está por perto geralmente é quem menos merece.

2 comentários:

Bruna disse...

Nataliiii!!! Primeira vez comentando aqui :P
Adorei esse filme, mais do que "Foi Apenas um Sonho" e menos que "O curioso caso de Benjamin Button". Kate Winslet se superando mais uma vez.
P.S: O blog tá massa
Beijooooo

Talita disse...

quem tá por perto é sempre quem te entende melhor.

e esse "quem" sempre vai entender.

te amo!